Thursday, January 13, 2005

Bomba Cómica...

Ok! Vou falar daquilo que considero uma bomba cómica! Não tenho de explicar o que é pois não? Bem... Aqui vai! Salas de espera... As pessoas que se enervam e chateiam não sabem aproveitar o que é bom na vida! Porque é que uma pessoa se à de chatear e não aproveitar a verdadeira bomba cómica em que está metida? O importante é reconhecer os rastilhos...
Uma sala de espera é para muitas pessoas solitárias uma hipótese de falarem e terem um pouco de atenção! Os Idosos que lá passam o dia são hilariantes! A coisa mais importante para eles é responderem à pergunta " Então, como está?" com uma resposta préviamente trabalhada! Adoram dizer :"Hein... vai-se andando!" ou a variante, dizer sempre a mesma coisa também cansa, "Cá estamos!". Aposto que muitos destes eternos "amigos do Sr.Doutor" treinam antes de sair de casa! É vê-los de manhã, depois de acordarem, a treinar ao espelho: "Cá estamos... Cá Êstamos... Cá EstAmos... Agora com sobrolho a mistura..."! Espetacular o treino envolvido num simples "Hein... vai-se andando...". Enganem-se os que julgam que é fácil! Estes homens e mulheres são verdadeiros Tom's Cruise's e Nicole's Kidman's no que toca a aprefeiçoar a arte de parecer mal! Antes de entrarem no Centro de Saúde, respiram fundo e entram de pé direito, ou até mesmo de muleta direita, e ainda em casos raros e trabalhosos, de roda direita da cadeira de rodas onde estão... Fiscalizam o local, procuram presas fáceis, que consideram as pessoas amáveis que depois de alguns gemidos lhes vão fazer a pergunta fatídica, que vale manhãs e manhãs de treino: "Então? Está muito mal?"! Aí é o auge, o apogeu, o reconhecimento de horas e horas a contemplar verrugas e a treinar a sua deixa! Lá se sentam, ou em alguns casos que já mencionei, estacionam, e começa o gemido da praxe...
Imagine-se o pior dos cenários: A presa faz a pergunta fatal! Há alguns destes Idosos que fazem o ataque final dizendo: "Quer ver?"... Estas duas palavras... simples duas palavras... "Quer" "ver?"... Ouçam o meu conselho: deixem de ser amáveis, digam que não, apesar de algumas se não todas as vezes já ser tarde... Dá se por ela e já está um Idoso numa sala de espera em cima de uma cadeira a mostrar sinais de uma coxa! No caso de se conseguir levantar é claro... Façam como vos digo e sobrevivam a anos de traumas e contas de psicólogo... Entrem, ocupem um lugar de preferência perto de uma saida, facilita a fuga... Passo seguinte: Se virem um dos espécimens (acho que é assim que se escreve...) atrás descritos a chegarem cada vez mais perto de vocês, e tenham atenção com isto, há treinos fantásticos de aproximação treinados por Idosos em lares de Terceira Idade, levantem-se e vão à casa de banho... Permaneçam nesse local até a costa estar livre, e assim que puderem corram o mais depressa possivel para a saída... Eles são fracos em velocidade...
Espero ter ajudado...

2 comments:

Woman at the well said...

Oi, cara

Sou do Brasil, morei 60 anos no Rio de Janeiro e devo informar a você que na minha terra os idosos não são bem assim. Vão à praia, namoram, dançam e na verdade constituem a maioria da população de Copacabana, que é conhecida por sua alegria e descontração.
Tenho 72 anos e estou no momento viajando pra lá. Pretendo ir muito à praia, dançar e encontrar homens simpáticos com quem já tive "bons momentos".
Em que planeta você vive?

Anonymous said...

cotas km a mania k fodem e d mais...vai t deitar pah...eu sou d portugal e os idosos tugas sao exatamente assim.