Tuesday, July 06, 2010

Isolated Incident


O Dane Cook está diferente.

Tornou-se uma super estrela que esgotava o Madison Square Garden. Fez super-produções de Hollywood. Namorou estrelas famosas. E depois, tudo começou a esmorecer.

Num espaço de 9 meses, morreram-lhe ambos os pais. O "mojo" que tinha foi morrendo, perdendo o estatuto de mega-estrela, mas o hate mail não. Deixou de fazer filmes. Parou de namorar estrelas de Hollywood porque eram "chatas e vazias". E voltou ao stand-up.

E é aí que se nota, que Dane Cook está diferente.
Está mais calmo, não grita e salta pelo palco como se tivesse 12 anos.
Faz humor político, algo que nunca tinha feito na vida dele.
Fala da própria vida, da morte dos pais ou do hate mail que recebe, ao estilo de confidência íntima de Richard Pryor.

Dane Cook está, finalmente, um adulto que já não fala apenas para "pitas do facebook", é um comediante que já sabe fazer rir trintões e quarentões, sem perder o gosto por histórias de one-night stands ou de pornografia amadora do youporn.com.

"Isolated Incident" é o seu último espectáculo, tem 55 minutos apenas, e mostra que Dane Cook está numa fase importante. Evitando ter o mesmo destino de um daqueles actores jovens de Hollywood que quando crescem perdem a "imagem" que criaram nos espectadores e deixam de trabalhar (Como Macaulay Culkin, por exemplo), Dane Cook está a mudar. Está a crescer.

O espectáculo não é brilhante mas mostra que Dane Cook é realmente um bom artista de stand-up. Com uma linguagem e imagem própria, o comediante que fundio o Rock n' Roll e o humor está a amadurecer.

Se forem fãs de Dane Cook, este espectáculo pode fazer-vos confusão. Ele vai parecer "cansado" e "adulto".
Se não forem, é uma óptima hipótese para começarem a ser.

No comments: